domingo, 8 de fevereiro de 2015

Diário de viagem: Buenos Aires - dia 03 (parte 2)

GENTE: o blog tá abandonado praticamente , então eu resolvi postar o que tava no rascunho enquanto eu tô terminando de arrumar o novo blog que eu vou começar <3 Quando ele ficar pronto eu venho avisar.

Esse post é continuação desse aqui

Depois de termos tirado algumas fotos na casa rosada fomos pro Estádio do Boca. A parte onde o estádio fica é uma parte pobre da cidade e bem feia; mal cuidada. Mas o estádio é bem colorido e contrasta com o bairro


Eu não fiz o passeio por dentro do estádio (tem um museu lá dentro também) mas entrei na loja com o meu pai mas as fotos ficaram ruins então não vou postar. Depois disso fomos direto para o Caminito.E a primeira coisa que você vê lá já é aquele prédio com a loja da havanna e o boneco do papa fofura.

  

 Honestamente? No big deal , a menos que você goste que a cada dois passos que você ande venha alguém perguntando se você quer tirar foto com a dançarina de tango e coloque um cardápio na sua cara. Se você gosta , eu não curto. Caminito é um bairro pra turista e fim.

 Mafalda <3


Estava euzinha decepcionada com o Caminito quando vejo gatinhos andando no telhado! Gatinhos sempre alegrando meu dia <3


Depois disso , o passeio acabou e o motorista deixou a gente em Puerto Madero pra almoçar. Foi muito legal poder ver Puerto Madero de manhã <3 (me apaixonei por lá)

Almoçamos em um restaurante que era bom mas não vale a indicação. Depois andamos por lá e acabamos indo em um museu que fica dentro de um navio!


Tem pouca foto pro post não ficar gigante mas vale muito a pena visitar <3

Fragata Sarmiento
Avenida Alicia Moreau de Justo, 980 (deque 3)
Entrada: AR$2

Depois disso fomos pra casa para descansar e só saímos de noite para ver um show de Tango no Café Tortoni.



O show de tango acontece em uma espécie de porão dentro do café Tortoni e as mesas ficam bem próximas do palco. A apresentação dura uma hora e por mais que se tente passar o feeling do tango , não é grande coisa.

Fim desse longo dia. Adiós amigos

E em breve vou migrar pra outro blog e venho avisar bjs 
domingo, 21 de setembro de 2014

Diário de viagem: Buenos Aires - 03 (parte 1)


(um post super atrasado e super grande , tanto que tive que dividir em duas partes)
No terceiro dia de viagem era uma segunda-feira e estava programado um City Tour. Meu pai contratou um motorista que por 4 horas nos levaria em pontos turísticos da cidade.

Às nove horas da manhã (pra minha tristeza de quem ama dormir) o motorista já estava nos esperando na frente do apartamento. O primeiro lugar que ele nos levou foi pro La Biela (que nós tínhamos ido de madrugada!!). Aí ficamos um pouco andando na pracinha de frente pra lá e também entramos em uma igreja pequena de lá.

Rainha da espontaneidade : euzinha 


Quando saímos dessa igreja meu pai perguntou se eu queria ir no cemitério da Recoleta e eu disse um sonoro "não faço questão" no que o motorista simplesmente virou pra mim e disse "vamos sim , tem que conhecer , é cultura". E então entramos no cemitério da Recoleta que era do lado da tal igreja.

A única familiaridade com os cemitérios brasileiros que eu conheço são os gatos que andam por lá. O cemitério é super bem cuidado e em vez de vários túmulos se tem tipo capelinhas todas bonitas. O motorista disse que as famílias argentinas meio que competem entre si pra ver quem tem o tumulo mais lindo e bem cuidado (pois é!).

E também fomos ver o túmulo da Evita Peron , queridissima dos argentinos - a unica capelinha/tumulo/whatever com flores que eu vi lá.



Depois desse passeio meio incomum tiramos algumas fotos nessa pracinha da Recoleta mesmo e depois fomos dar uma volta em um shopping do lado da igreja que chama Buenos Aires Design


SELFIE COM O MEU BFF MESSI

Depois dessa pracinha fomos pra Floralis Generica ver essa tal "flor" que o motorista contou que foi feito por um argentino com peças de avião e ele doou pro país. Ela tem um dispositivo que conforme a luz do sol toca nas peças elas vão abrindo e quando não tem sol ela fica fechada. Infelizmente quando fomos uma das pétalas tinha quebrado então ela só ficava na mesma posição.


De costas pra Floralis e atrás desse casal/friendzone/irmãos/whatever fofura fica a faculdade de direito de Buenos Aires que é bem bonita e o nosso motorista disse que pessoas do mundo inteiro vem estudar nela.


Qualidade horrorosa porque eu tava dentro do carro tirando foto mas junto com a azul do céu mistura-se o Rio De La Plata que parece infinito. E por toda volta dele tem um clima meio praia com quiosques e um quase calçadão.

Fomos pra Catedral Metropolitana de Buenos Aires (onde o Papa Francisco era bispo!) e durante a nossa visita estava tendo uma missa e teve até troca de guardas (sim , troca de guardas na maior vibe Inglaterra)


 Depois que saímos de lá , mal eram 11h e eu já estava morta de fome então demos uma passadinha na Abuela Goye pra comer um alfajor com chocolate quente e tiramos umas fotos na Casa Rosada. Todo esse rolê em questão de atravessar de um lado pro outro a rua.
Essa é a beleza de Buenos Aires pra mim: tudo parece tão perto.

 

Depois disso fomos visitar o Estádio do Boca , que fica pra um outro post pra esse ainda não ficar tão gigante. Espero que isso seja útil pra alguém <3
sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Wreck this journal/destrua este diário #1


Durante um período de greve na minha escola eu comprei o destrua este diário que eu tava enrolando há muito tempo pra comprar. Eu tinha conhecido o "livro" quando só tinha a versão em inglês e achava demais mas acabava nunca comprando porque não me acho criativa e tals. Ai um dia abri o facebook e tinha uma página de inspiração pro wreck this journal e eu acabei encomendando o meu hihi.

Fiz esse post pra que talvez inspire vocês que o tem ou que vão comprar. Não é nada criativo mas enquanto eu pensava eu gostava de ver outras artes pra ter ideias. E sim eu sou o tipo de gente que em vez de destruir deixa bonitinho (falhei , desculpem)



Nas páginas de instrução eu só pintei uma letra sim e a outra não. E tá meio pobrezinho mesmo o resultado mas tenho medo de pintar os brancos e ficar muito poluído visualmente.
 Preciso contornar essa virgindade Não sei porque raios eu resolvi pintar o Charmeleon mas eu achei TÂO FOFINHO. E não tive coragem de furar as pokébolas. Saudades quando minha mãe me colocava pra ver desenhos na sala <3



Não sei se dá pra ver direito o resultado mas ficou melhor do que eu esperava. Eu simplesmente fiquei jogando de cima canetinhas e lápis de cor e deu nisso ai.




A primeira coisa que me veio á cabeça foi colar adesivos nessa página. Fui atrás dos meus cadernos antigos e percebi que eu só tinha adesivos da hello kitty , das menininhas e da capricho. Ai saiu esse negócio rosa aí. Provavelmente ficaria mais legal se fosse na duas páginas mas ai eu ia vomitar de tanto rosa que ia ter.


Eu até tinha começado colando adesivos de frutas mas a maioria das frutas que meu vô compra vem sem o selo , ai eu percebi que eu tinha mais adesivos de idas á museus (principalmente MIS) e acabei mudando o objetivo da página (os da página são os que eu achei - ida ao Museu de Arte Contemporânea , Obsessão Infinita e exposição do David Bowie) 


O PRIMEIRO QUE EU FIZ!!!!!
Nyan cat e toda a sua fofura! 
"ains mas você tá roubando assim enchendo de linha" A linha vermelha foi a que eu comecei de olhos fechados e o resto só fui passando por cima da vermelha.

Basicamente é isso porque eu tenho preguiça de mexer nele. Não sei se vai ter outros posts mas espero que vocês gostem deste :3
quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Diário de viagem: Buenos Aires - 02


No segundo dia de viagem a programação principal era a feira de San Telmo que é uma feira que tem todo domingo no bairro de San Telmo (daí o nome) onde se vende desde lembranças da argentina até doce de leite caseiro.

Pegamos o Subte (que é o metrô deles e custa 5 pesos - mais o menos dois reais - e que é mais velho que o de São Paulo mas funciona bem) e descemos perto da Casa Rosada. Como eu comentei no outro post , lá era dia das crianças mas como eu estava com o meu pai o dia também era dele então ele escolheu o restaurante do almoço.




Não tirei fotos da feira porque ela é lotada de gente ou seja , fácil pra alguém passar a mão no meu celular. A feira tinha realmente um pouco de tudo e eu comprei um agasalho de moletom cinza , uma blusa do time San Lorenzo (o time do papa que ganhou a libertadores) pro meu vô e um pote de doce de leite caseiro (depois posto fotos das compras - tirando os de comer porque já acabou tudo </3)



Para almoçar fomos em um restaurante chamado Desnível cheio de bandeirinhas de outros países e uma decoração no mínimo diferente. Esperamos uns 40 minutos (10 minutos na entrada e uma das "divisões" do restaurante) e em parte desse tempo ficamos conversando com o churrasqueiro de lá super amorzinho que até posou pra fotos hahahah. Não tirei foto mas comi uma milanesa de carne e batatas fritas e não sei como sobrou espaço pra doce de leite. De bebidas o que eu mais tomava lá era suco de laranja e nesse dia pedi a "água com sabor" deles que é tipo a bonafonte/h2O com sabor que vende por aqui também mas lá eles realmente gostam e tomam.

Desnivel
Defensa 855 (Av. Independencia) - 1065

Quando estávamos fazendo o caminho para voltar ao começo da feira , paramos em um café onde meu pai tomou café e eu um Smoothie de morango <3 Tinham um grupo de meninos loiros que meu pai , eu e a namorada dele ficamos apostando de que país eles eram. Não descobrimos mas um cara apareceu do nada e pediu pra tirar foto com eles (???)
 
NÃO PEÇAM O COOKIE ELE VEIO DURO E RUIM.
Mas o Smoothie é uma delícia pode pedir que é sucesso.

La Panadería de Pablo
Defensa 269 (Alsina)
http://lapanaderiadepablo.com/
(dá pra ver o menu pelo site)

Do café fomos andar um pouco e passamos novamente pela Casa Rosada e dela fomos para a Calle Florida - uma rua cheia de comércio - mas como estava de noite (e domingo) a maioria das coisas estavam fechadas então seguimos para as Galerias Pacifico que é um shopping ostentação de lá cheio de luzes e lojas caras.